sábado, 31 de janeiro de 2015

Vencer a natureza



«Bem-aventurados aqueles
a quem Vós dais a graça
de vencer a natureza.
Bem-aventurados aqueles
a quem dais a força
de cumprir a Vossa vontade.
Como vejo ser tão grande
a necessidade de rezar
pelas almas agitadas pelas tempestades
desencadeadas pela natureza:
esta natureza capaz dos divertimentos mais vis,
e das maiores destruições.»

Beata Maria Josefina de Jesus Crucificado | 1894 - 1948 
Autobiografia, p.298 - 299

Senhor,
Tenho uma natureza, isto é,
tenho dentro de mim forças que conheço
e outras que me surpreendem tantas vezes.
Se me deixo levar pela natureza
vivo como uma cana agitada pelo vento.
Mas Tu, Senhor,
amainaste os ventos
e acalmaste a tempestade.
Por isso lanço-me nos Teus braços,
para que em cada momento
não seja atirado contra os rochedos
pelas ondas da minha natureza,
mas permaneça conTigo
que és o meu verdeiro rochedo,
Aquele que me torna capaz,
não de controlar os sentimentos
ou o que sinto ou não sinto,
mas me dá a força para transcender os sentimentos
de forma a fazer em tudo a Tua vontade.
Ajuda-me, Senhor a estar conTigo,
firme sobre o rochedo que és Tu
e que me tornas capaz
de fazer a Tua vontade de amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário