quinta-feira, 4 de agosto de 2011

És mesmo meu amigo?



Mais do que uma pergunta, era uma censura magoada…
De facto eu sabia que ela estava a atravessar um momento difícil e que todos os apoios eram benvindos…
Mas tinha deixado passar mais de uma semana sem lhe dizer nada, nem um simples sms…
É claro que tinha pensado nela… e isso para mim como que era suficiente…
Até porque havia muita coisa que podia justificar o meu injustificável silêncio e amenizar
a falta desvalorizando-a aos meus próprios olhos…
A verdade é que fiquei a pensar na omissão…
Será certamente um dos pecados mais frequentes e, às vezes, dos mais graves que todos cometemos…
Tanta gente que, legitimamente, espera de nós uma presença, um apoio, um estímulo, uma confirmação dos caminhos que percorre… e que nós, muitas vezes sem termos sequer a noção disso, deixamos “penduradas”…
Tanta resposta/proposta de vida que o Senhor nos convida a partilhar com os outros, particularmente aqueles que Lhe pertencem a um título especial, o de baptizados, e que nós pela inércia e pela indiferença deixamos morrer em nós…
Tanto Amor de Deus, tanta riqueza desperdiçada…
Acabei por lhe responder que era amigo.
Fraquinho.
Mas era.
Com vontade de ser melhor, mas sem poder garantir nada...
Porque o único que é mesmo amigo de cada um de nós, o único que é impecável e
nos garante tudo, é o Senhor Jesus.
E é só n’Ele que nos tornamos mesmo amigos uns dos outros.
É só com Ele que aprendemos uma amizade que vai muito mais longe do que as
expectativas primeiras da amizade com que sonha o nosso coração…
É Jesus que transforma o nosso sonho e lhe dá uma dimensão infinita que nos transcende,
mas que é ao mesmo tempo a nossa verdade, a verdade da Vida e do Amor
para que fomos criados!

Pe. Luís Alberto M. Carvalho

1 comentário:

  1. "És mesmo meu amigo?"

    DAR-SE

    "Dar-te-ei tudo o que julgo que posso agora
    o meu ombro e a minha oração

    e dar-te-ei o que precisares do meu tempo..
    para conversar, para estar em silêncio,
    para rezar

    Dar-me-ei num simples abraço"

    E eu bem sei, tenho um..

    A lguém
    M aravilhoso
    I mplicado
    G uardando-me (na)
    O ração

    Que bom..!


    dulce ac

    ResponderEliminar