sábado, 23 de janeiro de 2010

Atei os meus braços com a tua Lei



Atei os meus braços com a tua Lei, Senhor,
E nunca os meus braços chegaram tão alto!
Ceguei os meus olhos com a tua Luz, Senhor,
E nunca os meus olhos viram tão longe!
Só desde que Te dei a minha alma, Senhor,
Ela é verdadeiramente minha.

Por isso, hei-de subir até à Vida,
Despedaçando o corpo na subida.
Por isso, hei-de gritar, de porta em porta,
A mentira das noites sem estrelas;
Hei-de fazer florir açucenas nos meus lábios;
Hei-de apertar a mão que me castiga;
Hei-de beijar a cinza dos escombros;
Hei-de esmagar a dor
E hei-de trazer aqui sobre os meus ombros,
A Tua cruz, Senhor!

Liturgia das Horas
.

4 comentários:

  1. "Atei os meus braços com a tua Lei, Senhor..."

    E libertei-me para a Vida
    com amor e com verdade.

    dulce ac

    ResponderEliminar
  2. A Paz de Cristo;

    Sigo este blog há pouco tempo, mas gosto!

    Tem um Selo lá no meu blog, se o quiser... pode ir buscá-lo qd for oportuno.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado, canela! S´não sei ainda como adicionar esse selo, mas vou tentar pesquisar e descobrir. Obrigado!

    ResponderEliminar
  4. É facil!

    Faça copy da imagem para o pc e adicione-a na barra lateral, usando a miniaplicação "adicionar imagem".

    Se tiver duvidas, pode usar o endereço electronico do meu blog.

    A Paz de Cristo

    ResponderEliminar