sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Recordando Anne Frank



Anne Frank já possui um canal no Youtube com fotografias inéditas e o único vídeo conhecido da jovem judia, filmado no dia do casamento de uma vizinha, em Julho de 1941.

O site disponibiliza também uma entrevista com o pai, Otto Frank, além de testemunhos de pessoas que conheceram a adolescente.

O museu de Anne Frank informou, em comunicado, que este novo canal do Youtube vai permitir que «as pessoas conheçam a vida de Anne Frank através de imagens únicas».

O site disponibiliza ainda um clip com Nelson Mandela a afirmar que a leitura do diário de Anne Frank lhe deu força e inspiração durante o período em que esteve detido.

«O Diário de Anne Frank» foi escrito pela jovem judia entre 12 de Junho de 1942 a 1 de Agosto de 1944, durante a 2ª Guerra Mundial.

A jovem, de 13 anos, escondeu-se com a família e outros judeus em Amesterdão durante a ocupação Nazi na Holanda e foi descrevendo, em diário, a vida destas pessoas.

A 4 de Agosto de 1944, agentes da Gestapo conseguiram descobri-los e prendê-los. Foram levados para diferentes campos de concentração.

No dia da prisão o diário da menina foi entregue ao pai Otto Heinrich Frank. Anne Frank acabou por morrer no campo de concentração Bergen-Belsen no fim de Fevereiro de 1945.

A primeira edição impressa do Diário de Anne Frank foi publicada em holandês em 1947. Este best-seller já foi traduzido em mais de 70 línguas.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário