quarta-feira, 22 de julho de 2009

Cumprimento do dever



“Nunca se intrometa naquilo que não lhe é mandado, nem teime em coisa alguma, mesmo que tenha razão. E no que lhe for mandado, se lhe derem o pé, como se diz, não queira também a mão. É nisto que alguns se enganam, porque, não prestando a devida atenção, julgam ter de fazer aquilo que nada os obriga “

“Ainda que as coisas da sua obrigação e ofício se venham a tornar difíceis e desagradáveis, não desanime, porque não há-de ser sempre assim. Deus que prova a alma no cumprimento dos seus deveres, (sal 93, 20 ) depressa lhe dará o bem e a recompensa"

São João da Cruz
.

Sem comentários:

Enviar um comentário