domingo, 24 de maio de 2009

Incansavelmente optimista



"O pensamento tem poder infinito.
Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória.
Ser optimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.
Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida - ao optar pelas atitudes construtivas - você cresce como ser humano e filho predilecto de DEUS.
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado optimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trabalhar na direcção de suas metas.

Seja incansavelmente optimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.

É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher com sabedoria viver sua vida com optimismo, seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir."

Pablo Neruda
.

1 comentário:

  1. PABLO


    Meu Caro,

    Dando-Lhe inteira razão naquilo que escreve, o Meu Amigo, às tantas, acrescenta:

    " É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo. "

    Aí, no que escreve, eu acrescentaria:

    Mas pode acontecer que, por força das circunstâncias, o indivíduo tenha que conviver com as aflições durante mais tempo do que aquele que seria desejável ou, como diz, inteligente de se admitir!

    Caso isso aconteça, então, o importante é que o indivíduo por elas não se deixe esmagar e mesmo que com elas tenha de conviver mais do que o tempo desejável.

    É que, mesmo aí, as aflições pesar-lhe-ão menos e podem, eventualmente, tornar-se em autênticos pontos de viragem!

    Turning points como diriam os seus vizinhos, americanos do norte ...

    Um Abraço, Seu


    Jaime Latino Ferreira
    Estoril, 24 de Maio de 2009

    ResponderEliminar