quarta-feira, 5 de junho de 2013


«Oh, se pudesses, por um momento, 
ver como me ama o meu Jesus! 
Parece que não existe outra criatura no mundo 
a quem amar, 
pois o Seu amor manifesta-se-me 
até nos mínimos detalhes. 
Como queria que O amasses! 
Quem pudera abrir os olhos da tua alma 
para que pudesses contemplar 
a Sua infinita beleza que arrebata, 
para que compreendesses 
o Seu amor infinito que extasia! 
Todo um Deus 
mendigando o amor 
de criaturas miseráveis.»

Santa Teresa dos Andes, Carta 51

Senhor,
como é possível que o Teu amor por mim
seja tão grande
ao ponto de mendigares o meu amor.
E mendigas o meu amor porquê?
Tu tens tudo e nada Te falta!
Mendigas,
porque me queres fazer feliz,
porque tens ânsias infinitas de me salvar,
porque me queres dar a Vida eterna.
Porque tanto me desejas,
morreste na cruz,
dando-me a Vida Eterna e divina,
para que eu te entregasse a minha vida
passageira e débil.
Mendigas dizendo:
“aceita a Tua felicidade”
E eu só tenho que me oferecer a Ti.
Quero-o fazer meu Deus!

Sem comentários:

Enviar um comentário