domingo, 3 de março de 2013

Vidros da janela

©Michael Corey McDermott

Dois jovens recém-casados mudam-se para um bairro muito tranquilo. Na primeira manhã que passavam em casa, enquanto tomavam o café, a mulher reparou, através da janela, numa vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:
- Que lençóis tão sujos está ela a pendurar no varal! Se eu tivesse confiança, perguntava-lhe se queria que eu a ensinasse a lavar as roupas!
O marido observou calado. Alguns dias depois, novamente durante o café da manhã, estava a vizinha a pendurar lençóis no varal e a mulher comentou de novo com o marido:
- A vizinha continua a pendurar os lençóis sujos! Se eu tivesse confiança com ela, perguntava-lhe se queria que eu a ensinasse a lavar os lençóis!
E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia o mesmo discurso, enquanto a vizinha pendurava as roupas no varal.
Passado algum tempo, a mulher ficou surpreendida ao ver os lençóis muito brancos a serem estendidos e, empolgada, diz ao marido:
- Olha, finalmente, aprendeu a lavar as roupas. Será que outra vizinha a ensinou?! Porque eu não fui... Ainda não tive coragem para falar com ela.
O marido calmamente respondeu:
- Não, hoje eu levantei-me mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!

Sem comentários:

Enviar um comentário