sábado, 10 de novembro de 2012

Amena luz



"E eis-me agora aqui, sem saber o que pensar,
pois tudo aquilo que eu senti, não posso ignorar.
Um Cristo à nossa altura, em serena paz,
Que ao sorrir assim, no horror da cruz,
Acendeu em mim uma amena luz"


O QUADRO é um musical cheio de humor e emoções! Com o texto original do p. Nuno Tovar de Lemos e encenação da Matilde Trocado conta uma história simples de encontros com um paralelo inteligente com a paixão de Cristo, desde os empregados do Museu da Vila que não estão habituados a uma tão grande enchente até às próprias pessoas que o visitam e que se deixam maravilhar pelo sorriso de Cristo na cruz, vindo de todo o lado para ver a exposição do século.

O sr. João conta-nos a história e os seus colegas Pedro (o porteiro), Simão e Tiago ajudam na montagem da exposição e até a Verónica, a empregada do museu, se deixa maravilhar com O Quadro apesar de não achar muita graça à enchente de pessoas prevista. A decoração da sala de exposição é feita por uma oliveira e a ceia dos empregados do museu na quinta-feira enquanto acabam de preparar a exposição é pão e vinho; a Dra. Pilar Matos não é da aldeia e está muito preocupada com tão grande responsabilidade.

O que é que acontece ao QUADRO? O que é que ele provoca em nós? A Ana, uma estudante que visita o museu encontra no sorriso a razão da sua esperança; as pessoas da aldeia estranham ver Cristo a sorrir na cruz, os críticos de arte e visitantes distintos ficam sensibilizados pela sua beleza...

Sem comentários:

Enviar um comentário