segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pegadas na areia



Na areia da praia da minha vida, caminhava
Revendo em cada onda o meu passado, num sonho feito filme tão real.
Na areia da praia da minha vida conversava
Com Jesus Cristo que, sempre a meu lado, deixava para trás no areal,
Suas pegadas junto ás minhas, passa a passo, como que marcando Ele o compasso.
E, pela praia, nesse sonho tão profundo, de cada passo meu se fez resumo.
E, então, notei, naquele rasto, de vez em quando um par de pegadas faltava.
Realizei, fiquei zangado e quis saber porque me tinha abandonado:
Na areia faltam os teus passos junto aos meus, nas crises que a minha vida sofreu.
Fiquei sozinho! Onde estavas? Não sei!
Na areia daquela praia, Jesus respondeu:
- Aquele par de pegadas não é teu! São minhas, quando ao colo te peguei....
...naquela praia.

Música e Letra de J. Pierre Silva (2003) a partir do original escrito, em 1967, por Margaret Fishback Powers (Canadá).

Sem comentários:

Enviar um comentário