quinta-feira, 30 de setembro de 2010

A Bíblia da minha mãe















Quatro sacerdotes discutiam os méritos de várias traduções da Bíblia. O primeiro achou a versão do Rei James a melhor, por causa da sua simplicidade e do seu lindo Inglês.

O outro gostou mais da versão americana revisada, por ela ser mais literal e mais próxima da versão original em hebreu e em grego.

O terceiro gostou mais da tradução de Moffat por causa do seu vocabulário atualizado.

O quarto sacerdote ficou em silêncio.

Quando os outros perguntaram qual a sua opinião ele respondeu:
"Eu gosto mais da tradução da minha mãe."

Ao escutar isso, os outros disseram:
"Não sabíamos que sua mãe executou uma tradução da Bíblia".

Então, o quarto sacerdote respondeu:
"Sim! Ela transformou a Bíblia em cada dia de sua vida! E isso foi mais convincente que qualquer outra tradução que eu já vi."
.

1 comentário:

  1. Este texto Padre Nuno fez-me lembrar a minha mãe... foi muito bom recordar muitos momentos que passei junto dela com pessoas que lembro e trago no coração, pessoas de sorrisos muito bonitos..era na altura uma criança, mas foram sorrisos e momentos de solidariedade de grande reciprocidade que sempre recordarei.

    Muito bonitas estas palavras.
    De grande actualidade na nossa vida d' hoje no ousar seguirmos o exemplo de grande generosidade, presença amiga... das nossas mães, de muitas mães..:)

    Um abraço amigo.
    Dulce

    ResponderEliminar