quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Quando chega a noite




“Quando chega a noite e um olhar retrospectivo nos mostra que não concluímos nem a mínima parte do trabalho ao qual nos propomos, pois muitas coisas ficaram incompletas, e isto suscita em nós vergonha e dor, tomemos então a situação como se encontra e coloquemos tudo nas Mãos de Deus, abandonando-nos Nele. Desse modo poderemos repousar Nele, verdadeiramente, e começar o novo dia como se fosse uma nova vida.”

Edith Stein
.

2 comentários:

  1. Muito obrigado.
    Vou tentar viver assim
    o dia de amanhã.

    ResponderEliminar
  2. Luz entre Sombras

    É noite medonha e escura,
    Muda como o passamento
    Uma só no firmamento
    Trêmula estrela fulgura.

    Fala aos ecos da espessura
    A chorosa harpa do vento,
    E num canto sonolento
    Entre as árvores murmura.

    Noite que assombra a memória,
    Noite que os medos convida,
    Erma, triste, merencória.

    No entanto...minha alma olvida
    Dor que se transforma em glória,
    Morte que se rompe em vida.

    (Machado de Assis)

    Gosto muito mesmo muito
    de Machado de Assis
    ao lê-lo mantenho em mim
    sempre viva a Esperança...

    E não tarda... chega a manhã
    de um novo dia.

    dulce ac

    ResponderEliminar