quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010



Fazer um exame de consciência, mais que diário, várias vezes ao dia. No fim de um acontecimento, no fim de uma conversa, perguntar: "O que é que isto me ensina, o que é que eu aprendi com esta situação?"

Não é só ver no que é que falhámos, mas, melhor do que isso, ver em que é que acertámos! O que é que se pode desenvolver?

É esta a grande pedagogia do Evangelho, alimentada pela pedagogia do perdão, de um Deus que acha sempre que se pode recomeçar, mesmo falhando.

Vasco P. Magalhães, sj

.

4 comentários:

  1. Em que é que acertei, interrogo-me nos balanços que não paro de fazer?

    Tomara que me dissessem, explicitamente, em que é que errei!


    Jaime Latino Ferreira
    Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

    ResponderEliminar
  2. PADRE NUNO


    Querido Amigo,

    Obrigado por tão fraterna e informática, sintomática gargalhada!

    Um Abraço,


    Jaime Latino Ferreira
    Estoril, 4 de Fevereiro de 2010

    ResponderEliminar
  3. REFLEXÃO...

    "um Deus que acha sempre que se pode recomeçar, mesmo falhando"

    ontem parei
    e pensei...
    que fiz tudo (ou quase) bem

    hoje parei
    e nem por isso...
    o dia não me correu muito bem

    e amanhã...
    amanhã?!

    confiarei na Esperança que tenho hoje...
    dulce ac

    ResponderEliminar