quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

O sonho de Maria



Maria, mãe de Jesus, teve um sonho. Foi às vésperas da celebração do natalício de seu Filho. Ao tomar café da manhã com seu esposo José, ela abriu seu coração. Falando pausadamente, pensativa, com muitas exclamações e reticências, ela disse: “José, na noite passada tive um sonho”!...

Não pude compreendê-lo! Realmente não!... Creio que se tratava do nascimento de nosso Filho. As pessoas estavam fazendo os preparativos com seis semanas de antecedência. Decoravam as casas e compravam roupas novas! Iam às compras e adquiriam sofisticados presentes! Algo estranho... pois os presentes não eram para o nosso Filho! Envolviam-nos com finíssimos celofanes e os enfeitavam com preciosos laços! Colocavam tudo debaixo de uma árvore! Sim, José, uma árvore, dentro de suas casas! E decoravam essa árvore também! Nos galhos, penduravam bolas, lâmpadas coloridas, e enfeites que brilhavam! Havia uma figura colocada bem no alto da árvore! Parecia ser um anjo! Era muito bonito!...

As pessoas sentiam-se felizes e sorriam muito! Todos estavam emocionados, cumprimentando-se, dando presentes! José... não ficou nenhum para o nosso Filho!

Sabe, acredito que nem o conheciam, pois nunca mencionaram o Seu Nome durante toda a festa!...

Não parece estranho que as pessoas se preparem tanto... façam uma festa tão grande e tão bonita para celebrar o aniversário de alguém, que nem sequer conhecem?... Sabe, José, tive a estranha sensação de que se o nosso Filho estivesse nessa celebração, seria considerado um intruso!...

Era tão maravilhosa aquela festa, José!... Todo mundo tão feliz!... Porém, eu senti uma enorme vontade de chorar!... Que tristeza para Jesus, não ser lembrado... e talvez, tão pouco desejado... em sua própria festa de aniversário!... Bem! Estou contente, aliviada, porque foi só um sonho!... Porém, que terrível seria, José, se tudo isso fosse realidade!”
.

2 comentários:

  1. "O Sonho de Maria"

    Olá Padre Nuno!

    Gostei muito deste texto,
    sempre em tempo para uma reflexão.

    Não obstante fazê-lo,
    digo também que ainda bem foi um sonho...
    Por neste tempo, vê-lo a Jesus em família, em muitas casas por onde vou passando e estando,
    por vê-lo a Ele tão presente.
    E por sê-lo motivo de sentida partilha na alegria numa grande paz.

    Por sabê-lo sobretudo que a Esperança ainda vive bem forte em muitos de nós...!

    dulce ac

    ResponderEliminar
  2. Olá meu filho
    Engracado como as coisas acontecem. Li ontem, por acaso este texto e pensei k era bom para o teu blog.
    Hoje vejo=o postado, rsss.
    Beijos de muitas saudades.

    ResponderEliminar