domingo, 7 de agosto de 2016

Não temerei as feras


«Às almas mais generosas 
costumam apresentar-se outras feras 
mais interiores e espirituais, 
como sejam, dificuldades e tentações, 
tribulações e trabalhos de várias espécies 
pelos quais é conveniente passar. 
Deus manda-os 
aos que quer elevar a grande perfeição, 
provando-os e examinando-os 
como ouro no fogo, 
conforme diz David: 
“Muitas são as tribulações dos justos, 
mas de todas elas os livrará o Senhor”. 
Contudo, a alma enamorada, 
que estima o seu Amado 
acima de todas as coisas, 
confiando no seu amor 
e no seu auxílio, 
não tem grande dificuldade em dizer: 
“Nem temerei as feras, e passarei os fortes e fronteiras”.» 

S. João da Cruz | 1542 - 1591
Cântico espiritual. 3, 8

Senhor,
aqueles que escolhestes
para estarem mais perto de Ti,
provas, mas também sofres com eles,
para os atrair mais a Ti.
Senhor,
que não me atemorize com o sofrimento
que a vida me traz,
mas que a cada momento
tenha a certeza de que estás
com aqueles que estão atribulados
e lhes concedes em abundância
grandes graças de humildade,
de confiança e abandono nas Tuas mãos.
Prova-me, Senhor,
e dá-me a graça de não fugir às dificuldades,
mas sempre me unir mais conTigo.
Tu nunca abandonas os que Te procuram.
Assim seja!

Sem comentários:

Enviar um comentário