quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

A escolha



É mais trabalhoso ser feliz, do que ser outra coisa qualquer.

- O que vais fazer lá fora? A esta hora?
- Vou só ser feliz.
- Não voltes tarde...
- Se vou ser feliz, é melhor não esperares por mim. Espero aguentar-me, por lá a ser feliz, durante todo o tempo em que estiver viva.
- Guardo-te o jantar. Se correr mal e voltares, tens o jantar feito.
- Não guardes nada. Não quero que o conforto me ajude a fracassar. Não me guardes o jantar, nem tenhas uma cama de lavado, à minha espera.
- E não tens medo?
- Tenho. É mais trabalhoso ser feliz, do que ser outra coisa qualquer. Terei de arriscar muito e de perceber, que não tenho garantias de nada. Viver apenas. Vens comigo?
- Não. Prefiro ficar aqui e fazer o jantar. Gosto de comer sempre às mesmas horas. Quando saíres, lá para fora, para seres feliz, fecha a porta.
- Para não entrar o frio?
- Não. Para não me sentir tentado a ir contigo, ser feliz. Dá muito trabalho. Prefiro ficar a jantar, de porta fechada, sem te ver lá fora, a seres feliz. A felicidade pega-se e é difícil mantê-la. Fecha a porta.

Marine Antunes
in Cristo Jovem

1 comentário: