sexta-feira, 4 de setembro de 2015

A Vela


A vela acolhe. A vela transforma um espaço vazio numa casa, num lar.
A vela aquece. Quando nos sentimos mais sozinhos, mesmo que estejamos rodeados de muitas pessoas. Quando parece que tudo e todos estão contra nós, a vela aquece-nos por dentro.
A vela embeleza. Com a sua cor, com o seu brilho, com a luz a tremeluzir, a vela dá um toque especial ao sítio onde está.
Com a vela rezamos. A vela lembra-nos o espaço de oração. Com a vela é como se fizéssemos Deus presente na nossa sala. Com uma vela podemos sentir-nos em oração.
A vela ilumina. Quando os dias parecem mais sombrios, quando nos sentimos mais perdidos, a vela é um ponto de luz constante.
A vela dá-se… por inteiro. A vela serve para ser queimada, para se consumir, para se gastar para acolher, para aquecer, para embelezar, para rezarmos, para iluminar. Se a vela não arder, se a vela não se der, não serve de nada ter uma vela e ela não cumpre a sua missão.
Que durante este ano, cada um de nós consiga dar-se por inteiro!... Como uma vela!

João Pedro Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário