sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Maravilhosamente me criastes



Eu Vos dou graças, Senhor, porque maravilhosamente me criastes.
Senhor, Vós conheceis o íntimo do meu ser:
Sabeis quando me sento e quando me levanto.
De longe penetrais o meu pensamento:
Vós me vedes quando caminho e quando descanso,
Vós observais todos os meus passos.
Vós formastes as entranhas do meu corpo
E me criastes no seio de minha mãe.
Eu Vos dou graças por me terdes feito tão maravilhosamente:
Admiráveis são as vossas obras.
Vós conhecíeis já a minha alma
E nada do meu ser Vos era oculto,
Quando secretamente era formado,
Modelado nas profundidades da terra.

SALMO 139, 

Sem comentários:

Enviar um comentário