sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Também sou Israel



Eis-me aqui, Senhor, de coração aberto,
disposta a escutar esta voz que me chama
e a entregar-me a estes braços que me querem envolver.

Envia-me como cordeiro para o meio de lobos, se assim o entenderes,
pois sei que a messe é grande mas os trabalhadores são poucos.
Saiba eu encontrar na oração
a serenidade da Tua paz,
a fortaleza da Tua fé,
a doçura da Tua misericórdia
e a plenitude do Teu amor.
E quando vierem os revezes da vida
e eu tropeçar pelo caminho, 
que as minhas feridas, 
reflexo da minha fragilidade e pequenez 
e memória das tribulações e das consequências das minhas escolhas, 
sejam, como para Jacob, 
lembrança de que também sou Israel.

Raquel Dias

Sem comentários:

Enviar um comentário