terça-feira, 24 de setembro de 2013

Pensais que sou o Tarzan




O Papa concluiu a viagem à Sardenha, onde se deslocou este domingo, encontrando a «melhor juventude», que transformou num banho de multidão cada etapa da sua viagem à ilha italiana.

Excertos da intervenção:

«Jesus faz-se próximo das nossas fraquezas, da nossa fragilidade, dos nossos pecados, para os transformar.»

«Nunca cesseis de voltar ao jogo, como bons desportistas que sabem enfrentar a fadiga do treino para alcançar resultados: a dificuldade não deve assustar-nos, mas impulsionar-nos a avançar mais.»

A fé em Cristo conduz a uma certeza «fundada não só nas nossas qualidades e aptidões, mas na Palavra de Deus». E isto «sem fazer demasiados cálculos humanos e sem vos preocupardes a verificar se a realidade que vos rodeia coincide com as vossas seguranças.»

«Não vendais a vossa juventude aos mercadores da morte, vós compreendeis-me.»

«Sois chamados a tornar-vos pescadores de homens; não hesiteis a gastar a vossa vida a testemunhar com alegria o Evangelho, especialmente aos vossos contemporâneos: o vosso contributo é indispensável para a missão da Igreja, que é a evangelização, os jovens apóstolos dos jovens.»

«Dizei a todos com a vossa vida, com a vossa alegria, que Jesus e a sua mensagem são sempre atuais. (...) Tende também a coragem de ir contracorrente.»

«Tantos anos após ter ouvido a vocação junto do Senhor, não me arrependo; não porque me sinto forte - mas pensais que sou o Tarzan? Não, sinto-me forte porque nos momentos mais escuros, no pecado, na fragilidade, eu olho Jesus e ele nunca me deixou só; confiai nele, que nunca vos desiludireis.»

1 comentário:

  1. Palavras de inspiração. Se o nosso alimento é a Palavra de Deus, que tantas vezes nos custa a dijerir, o nosso Pastor Francisco, com estes testemunhos, permite-nos que o alimento nos chegue já processado, para que o seu efeito possa ser mais imediato. Deus seja louvado por nos ter dado Francisco, simples, humilde e sempre disponível.

    ResponderEliminar