quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Que lugares estamos a construir?



Quer demos conta ou não, cada um de nós ocupa-se todos os dias a construir espaços para as pessoas viverem. A pessoa que prepara a mesa para o pequeno-almoço prepara um lugar para a sua família. A família que se senta à mesa contribui também para compor aquele lugar. O que eles dizem ou não dizem e a maneira como olham uns para os outros tornam aquele espaço bom ou mau durante os breves momentos em que estão juntos. E assim acontece todo o dia, no escritório, na escola, na igreja ou no ginásio. Aonde quer que vamos estamos constantemente a construir lugares, ainda que por instantes.

Frequentemente não nos apercebemos que estamos permanentemente a mudar o espaço de quem nos rodeia.

O que traz contrariedades porque demasiadas vezes não acrescentamos nada a esse espaço; pelo contrário, levamos algo que não nos pertence. Tiramos a alegria e o sossego, as esperanças e o contentamento de quem está ao nosso lado. A irritação à mesa do pequeno-almoço tira a alegria da família. O azedume pessimista tira a esperança das outras pessoas. O jardineiro com o cortador de relva tira a paz e o sossego de alguém. O condutor que atira a lata de cerveja pela janela tira uma pequena parte da beleza da vizinhança de alguém. O gestor que não procura uma oportunidade para dizer «Excelente trabalho!» tira confiança ao trabalhador. Todos estes gestos são feitos por boas pessoas como nós, que não se apercebem do que estão a fazer.

Temos de impedir que isto continue!

Deus chama-nos a abrir os olhos para vermos que lugares andamos a construir uns para os outros. Deus abençoou-nos com tantos dons, tantas dádivas para pessoas que delas precisam, tantas dádivas que podemos oferecer para construir melhores momentos e melhores lugares...
Que este dia e todos os dias possam ser mais ricos e plenos para quem nos rodeia, porque assim queremos que seja e porque assim agimos nesse sentido.

P. Dennis Clark

1 comentário:

  1. 'O QUE ME MOVE..?'

    Temos de Ser verdadeiras 'Pedras Vivas'
    nos lugares por onde formos passando nos nossos dias..!

    Maravilhosas palavras numa ainda mais admirável partilha de Vida! Muito obrigado, Padre Nuno.

    Um beijinho.
    dulce ac

    ResponderEliminar