quinta-feira, 31 de maio de 2012

Abrir o coração ao Espírito!


Abrir o coração ao Espírito!
Isso quer dizer que não posso repousar
no que aprendi, no que disse, no que fiz.
Tenho de recomeçar cada dia
como se fosse o primeiro da criação.
Por isso Te peço: não permitas
que o peso do tempo me faça vergar ou desistir.
O Teu Espírito não tem tempo
e sempre chega a nós com o dom da surpresa.
Deixa-me encantar com a Tua novidade permanente.
Faz-me perder o medo da mudança e da conversão.
Dá-me força para o contínuo recomeço.
Abre o meu coração ao Teu Espírito
para que nunca me instale nas minhas verdades ilusórias.
Só a Tua Verdade nos salva.

1 comentário:

  1. "Dá-me força para o contínuo recomeço.
    Abre o meu coração ao Teu Espírito .."

    Muito bonito este texto de tão certo aos nossos dias, à nossa Vida.

    E lembrei-me a propósito de umas palavras de D. António Couto, in 'Mesa de Palavras', que transcrevo, belíssimas, e por demais apelativas a esse propósito de, e por esse propósito, sempre perseverarmos na vida que vamos 'construindo', autênticas 'Pedras Vivas' peregrinas ..

    “Estamos lá tantos à roda desse vento, desse fogo,
    Com esse vento, com esse fogo dentro,
    Portugueses, russos, gregos e chineses,
    Começamos a falar e tão bem nos entendemos,
    Que custa a crer que tenhamos passaportes diferentes.

    E afinal não temos.
    Vendo melhor, maternais mãos invisíveis nos embalam,
    Nos sustentam.
    Sentimos que estamos a nascer de novo,
    Percebemos que somos irmãos,
    Filhos renascidos deste vento, deste lume.
    E não é verdade que falamos,
    Mas que alguém dentro de nós fala por nós,
    Chama por Deus
    Como um menino pelo Pai.”

    dulce ac

    ResponderEliminar