domingo, 15 de abril de 2012

Ser comunidade para ser Igreja

2 comentários:

  1. Parabéns Pe Nuno pela grande comunidade que tem vindo a construir. E Deus tem sido generoso, tem-lhe dado muitos trabalhadores para tão grande seara.

    ResponderEliminar
  2. TESTEMUNHO DE VIDA DE FÉ NUMA ALEGRIA QUE MOVIMENTA

    A generosidade de Deus presente à nossa vida comunitária, revela-se nesse testemunho primeiro de Fé solidário, de grande proximidade ao outro irmão.

    Compreendemos, por ele, que a vida é muito bela para ser insignificante, e que dando-nos inteiramente, sentiremos a beleza da vida refletida nesse ousarmos em muitos momentos viver uma maior fraternidade.

    É um caminho feito de dificuldades, mas quiça, também por isso mesmo, de sentida gratidão por quem por ele se deixar abraçar, nele perseverando.

    Ao nosso Pároco, Padre Nuno, um grande obrigado, pelo movimento que imprimiu às nossas vidas, nesse sentido e por demais significativo querer: "Ser comunidade para ser Igreja".

    E deixo-lhe um poema belíssimo de Machado de Assis, sobre a Caridade


    "A Caridade

    Ela tinha no rosto uma expressão tão calma
    Como o sono inocente e primeiro de uma alma
    Donde não se afastou ainda o olhar de Deus;
    Uma serena graça, uma graça dos céus,
    Era-lhe o casto, o brando, o delicado andar,
    E nas asas da brisa iam-lhe a ondear
    Sobre o gracioso colo as delicadas tranças.

    Levava pela mão duas gentis crianças.

    Ia caminho. A um lado ouve magoado pranto.
    Parou. E na ansiedade ainda o mesmo encanto
    Descia-lhe às feições. Procurou. Na calçada
    À chuva, ao ar, ao sol, despida, abandonada
    A infância lacrimosa, a infância desvalida,
    Pedia leito e pão, amparo, amor, guarida.

    E tu, ó Caridade, ó virgem do Senhor,
    No amoroso seio as crianças tomaste,
    E entre beijos – só teus — o pranto lhes secaste
    Dando-lhes leito e pão, guarida e amor."

    ResponderEliminar