domingo, 9 de outubro de 2011

Tudo posso n’Aquele que me conforta!



‎"Sei viver na pobreza e sei viver na abundância.
Em todo o tempo e em todas as circunstâncias,
tenho aprendido a ter fartura e a passar fome,
a viver desafogadamente e a padecer necessidade.
Tudo posso n’Aquele que me conforta!"

Fil. 4, 12-14

Sem comentários:

Enviar um comentário