quinta-feira, 16 de junho de 2011

"Tiveste tempo para tudo, excepto para mim!"






"Tiveste tempo para tudo, excepto para mim!"

Ouvi esta frase, já meio ensonado, sem saber donde vinha.
Eras TU, Senhor que me falavas do íntimo da consciência.
De facto estava arrasado de cansaço.
E Tu esperavas a palavra sem dela precisar.
Reparei que isso acontece mais vezes do que devia.
É terrível ter tempo para tudo, excepto para Ti, meu Senhor e meu tudo.
Pergunto-me para onde anda voltado o meu coração.
E quero dizer-Te, de verdade, que está voltado para Ti.
Só que, de fraco, se perde nos becos e nos caminhos
que não vão dar a nenhum lugar.
Ensina-me, Senhor, o caminho.
E a dar-Te prioridade em cada segundo da minha respiração.

Pe. António Rego

1 comentário:

  1. "Ensina-me, Senhor, o caminho.
    ..."

    “o que te peço Senhor, é a graça de ser. não te peço sapatos, peço-te caminhos. o gosto dos caminhos recomeçados, com suas surpresas e suas mudanças...

    afasta de mim as palavras que servem apenas para evocar cansaços, desânimos, distâncias.

    é isso que te peço Senhor, a graça de ser de novo”

    (José Tolentino de Mendonça)

    dulce ac

    ResponderEliminar