domingo, 10 de janeiro de 2010

Tocar e ser tocado




Tocar-te, Jesus, e em ti tocar o centro do Evangelho,
a sua permanência, a sua actualidade,
aquela verdade que nos garantes quando nos fazes intuir
que tudo nele faz sentido para nós,
que precisamos dele como pão para a boca,
porque nos fazem falta os segredos para sermos mais felizes,
mais livres e mais generosos.

Tocar-te, Jesus, e em ti tocar o essencial do Mistério da Vida,
o lado de dentro da existência, e dar de caras com Deus
como emergência familiar que cria e gera continuamente
Vida à Sua imagem e semelhança…

Tocar-te, Jesus, e em ti tocar o destino de cada Ser Humano
como Salvação e Pertença Filial a um Deus que “não sabe” que o é
porque está eternamente ocupado em ser Pai…

Ser tocado por ti, Jesus, e sentir a Força que vem de ti,
a energia, a Vitalidade do Espírito
que estanca as nossas hemorragias antigas
e é capaz de sarar as nossas feridas mais profundas…

Ser tocado por ti, Jesus, e em ti ser mergulhado no dinamismo pascal da Vida,
no Baptismo do Espírito que vence as forças do Homem Velho
e gera continuamente o Homem Novo,
Homem Filho, Homem Corpo, Homem Divinizado…

Ser tocado por ti, Jesus, e perceber o que significa chamar-te a ti
e a tudo o que dizes e fazes Evangelho, Boa Notícia… finalmente, perceber,
não como quem entende o que lhe foi transmitido
mas como quem se sente renascer…

Ser tocado por ti, Re-Suscitado,
e perceber que já hoje tens o poder do Espírito
para Re-Suscitar a nossa Vida também…

Rui Santiago
.

1 comentário:

  1. "Ser tocado por ti, Jesus, e perceber o que significa chamar-te a ti
    e a tudo o que dizes e fazes Evangelho, Boa Notícia… finalmente, perceber,
    não como quem entende o que lhe foi transmitido
    mas como quem se sente renascer…"

    Ser tocado por ti Jesus,
    e sentir de novo a esperança que chega e fica
    e sentir de novo a vida naquela paz e naquela tranquilidade que sossega sempre os nossos corações
    e nos faz perceber a razão que teimamos em não aceitar
    e sentir que o que tantas vezes escrevemos e dizemos, em não permanecermos tristes muito tempo... tem uma razão de ser que és Tu Jesus, no tão grande amor que nos tens e no Teu permanecer sempre,
    próprio de quem nunca desiste antes persiste...

    dulce ac

    ResponderEliminar