sábado, 12 de dezembro de 2009

Postal de Natal


.

1 comentário:

  1. "E sobre o mundo
    do sono, sobre a sombra
    intrincada dos sonhos
    onde os homens
    se perdiam tacteando, como
    se perdiam labirinto espesso,
    húmido e movediço,
    a estrela acendia, jovem,
    trémula e deslumbrada,
    a sua alegria.
    E Melchior deixou
    o seu palácio nessa noite."
    (Vasco Graça Moura)

    E neste Natal,
    sigamos esta estrela
    que é alegria,com toda a nossa
    implicada que o seja, verdade.

    E deixo-vos umas palavras tão maravilhosas de uma das mais belas histórias de Natal "O Suave milagre" do nosso Eça de Queirós...

    "A criança, com duas longas lágrimas na face magrinha, murmurou:
    -Oh mãe! Jesus ama todos os pequenos. E eu ainda tão pequeno, e com um mal tão pesado, e que tanto queria sarar!
    E a mãe, em soluços:
    -Oh meu filho, como te posso ajudar? Longas são as estradas da Galileia, e curta a piedade dos homens.Tão rota, tão trôpega, tão triste, até os cães me ladrariam da porta dos casais. Ninguém atenderia o meu recado, e me apontaria a morada do doce rabi. Oh filho! Talvez Jesus morresse...
    Nem mesmo os ricos e os fortes o encontram. O Céu o trouxe, o Céu o levou. E com ele para sempre morreu a esperança dos tristes.

    De entre os negros trapos, erguendo as suas pobres mãozinhas que tremiam, a criança murmurou:
    - Mãe, eu queria ver Jesus...

    E logo, abrindo devagar a porta e sorrindo, Jesus disse à criança:
    - Aqui estou."

    dulce ac

    ResponderEliminar