sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Se eu pudesse voltar a viver a minha vida



Se eu pudesse voltar a viver a minha vida,
da próxima vez gostava de errar mais vezes.
Era sinal de que tinha arriscado mais…

Descontraía.
Faria mais disparates.
É enorme a quantidade de coisas que levaria menos a sério!
Corria mais riscos.
Acreditava mais…
Não teria dado espaço a tantos medos,
não estaria sempre a perguntar-me se tinha feito bem ou feito mal!
Levaria até ao fim as minhas escolhas.
Sim, acho que me libertava do medo de me enganar.

Subia mais montanhas e nadava em mais rios…
Convidava os meus amigos lá a casa,
mesmo que tivesse nódoas na carpete;
usava aquela vela em forma de rosa
antes de ela se ter estragado no armário da sala;
sentava-me na relva com os meus filhos
sem me preocupar com as manchas verdes na roupa.

Tinha rido e chorado menos em frente da televisão
e mais em frente da vida.
Tinha contado mais anedotas e visto o lado cómico das coisas.
Tinha descoberto menos dramas em cada esquina,
e inventado mais aventuras.
Se calhar, tinha mais problemas reais,
mas menos problemas imaginários.

É que, sabem,
sou uma dessas pessoas que vive com sensibilidade e sanidade
hora após hora, dia após dia.

Oh, também tive os meus momentos…
e se pudesse fazer tudo de novo, outra vez, tinha muitos mais.
De facto, não tentaria ter mais nada se não aquilo que me fizesse feliz.
Deixaria de viver tantos anos à frente de cada dia.

Sou dessas pessoas que nunca foi a lado nenhum sem termómetro,
botija de água quente, casaco para a chuva e pára-quedas.
Se pudesse fazer tudo outra vez, viajava mais leve do que viajei.

Se tivesse a minha vida para viver de novo,
começava mais cedo a andar descalça na Primavera,
e ficava sempre assim, mesmo mais tarde, enquanto o Outono deixasse.

Ia a mais bailes.
Cantava muitas mais canções.

Diria muitos mais “Amo-te!” e “Desculpa…”

E apanharia mais papoilas.
Sim, adoro papoilas!

Nadine Stair
.

1 comentário:

  1. "Sim, adoro papoilas!"

    Também eu ADORO PAPOILAS!!

    Quanto ao "Se eu pudesse voltar a viver a minha vida..." digo:

    Que ainda estou completamente em tempo para fazer muito do que não fiz e, provávelmente, poder fazer mais ainda...


    A verdade é que não podemos permitir que a nossa vida fique parada ou estagnada!

    dulce ac

    ResponderEliminar