quarta-feira, 4 de março de 2009

Desconfiai do Afonso



A oração, falo da verdadeira oração, prolongada,
tem uma maravilhosa virtude para nos conduzir
à descoberta de Deus e de nós próprios,
da santidade de Deus
e da nossa necessidade quotidiana de sermos salvos.

Se conseguires um dia rezar
como Santo Afonso Maria de Ligório,
fica em paz;
não estás em perigo iminente de farisaísmo:

“Senhor, desconfiai do Afonso, dizia ele;
é bem capaz de Vos trair hoje”.

Henri Caffarel
.

1 comentário:

  1. Sublime!

    Realmente é desta simplicidade, quase ingenuidade, (no bom sentido), que os Santos são feitos.

    Mas todos nós somos assim feitos, o problema é que em algum momento das nossas vidas perdemos essa simplicidade e ingenuidade, que nos faz tão próximos de Deus e tão conscientes das nossas fraquezas.

    Abraço em Cristo

    ResponderEliminar